Paulo Roberto!

Quadros simples de mim mesmo,
em um nu sentimental exposto,
onde os traços sinceros do meu gosto,
revelam nuances dos meus segredos.

Exposto ao mundo em tinta,
nas telas abstratas distintas,
correndo por todos os olhares,
os traços de minhas verdades.

Parado sendo observado,
quem sabe talvez envergonhado,
se posso ser livro aberto,
por que não um quadro pintado?

Verdades distintas em tintas,
muitas de tons variados,
contradizem o tom mas não perdem a beleza,
nas telas do pintor inspirado.

A vida é o museu mais perfeito,
as telas expostas de todo jeito,
ao olhos de quem tem me acompanhado,
me julguem se belo ou se feio, mas nunca se certo ou errado!
Marcadores: | edit post
5 Responses
  1. ludmilla Says:

    Obrigaduu ....
    vc é uma graça..
    bjokass


  2. Juliana Lira Says:

    Paulo

    Sua alma de poeta , seu coração de artista nos fornece a exata precisão dos seus pensamentos...

    Livro aberto eu não sei, mas algumas páginas estão expostas a visitação pública sim rsrsrs

    O poema ficou uma obra-prima, parabéns

    "Julgo" que és belo , mui belo!

    Milhões de beijo


  3. Chris Amag Says:

    Paulo,
    o seu blog está lindo, quanta inspiração e criatividade!


  4. Juliana Lira Says:

    Até parece

    Quem escreve , escreve mesmo, aqui é você!!!!

    Milhões de beijos


  5. Denise Says:

    Ser observado em sua essencia........nem sempre colorido,as vezes em preto e brando.
    Só para alguem inteiro feito vc.
    saudades


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br