Paulo Roberto!



Para o amor que encontrei
a quem tanto amor dedico,
algumas palavras que já falei
mas com carinho repito:

Sobre o quanto te desejo
e o tanto que lhe quero bem,
que a felicidade que cortejo
só teu seio retém.

Essa saudade desenfreada,
aqui no peito alojada,
dói, mas não mata,
este laço ela não desata.

Falo do amor, da saudade,
do desejo e do carinho,
falo também, da minha vontade
de tê-la sempre em meu caminho!
Marcadores: 8 Comentários | | edit post
Paulo Roberto!

Esses negros cachos
quando enrolados com os meus,
segredam sobre laços
que amarram você e eu.

Esses dedos, o tato.
Os lábios, o paladar!
Não se cansam do ato...
Do tocar, do beijar...

Carnaval no peito,
bateria eletrizada!
Tocando de todo jeito
uma nota descompassada. 

É amor exposto
nos olhares desejosos,
no brilho intenso do rosto,
no roçar dos corpos nossos!



Marcadores: 3 Comentários | | edit post
Paulo Roberto!

No passo truculento dos dias,
vou amadurecendo anos!
Sacolejando, procurando vias,
vivendo e revivendo enganos.

Vou esbarrando na insanidade
e desviando do mau humor,
me contentando com a realidade
sem deixar de ser sonhador.

Aprendo o valor do riso,
da mais sincera gargalhada,
que tenho tudo o que preciso
pra seguir essa estrada...

Faço portos de estadia
mas ainda sem paradas,
é assim, meu dia-a-dia
pelas vielas enluaradas!


Marcadores: 22 Comentários | | edit post
Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br