Paulo Roberto!


Fico aqui de longe
fazendos tantos sonhadores planos,
esperando que nos toquemos,
que nos encontremos na vida, (saudáveis brincando...)
E nos percamos nas brincadeiras que não ensaiamos.

Encontro você em sonhos, (que dizem mais que a realidade.)
Sinto em minha pele os teus toques,
em minha boca teus beijos.
O sonho brincando com minha sobriedade

Das nuvens faço sandálias, na cadência dos cometas pego passagem,
caio noutra realidade num instante
onde estamos perdidos do mundo,
esquecidos pelo tempo
amantes eternos,
ponderando oportunidades
de ser mais do que podemos!

Lá vou eu,
Em um céu onde és meu sol,
onde cantas como um Querubim.
Não há distâncias intransponíveis,
não há sonhos impossíveis,
sendo mais do que podemos
Mas muito menos do que queremos...
De amantes nos fazemos,
sem barreiras.
Apenas pontes,
apenas nós,
apenas horizontes,
pra caminharmos a sós!

(Por: Juh "Reticências" e Paulo "Palavras apenas... Palavras pequenas...".)

Marcadores: | edit post
4 Responses
  1. Que lindo o seu poema... muito intenso...maleável ao amor.

    Adorei, que tenhas uma ótima tarde, e uma noite abençoada e protegida.

    Com carinho, Lú.


  2. Belíssima escrita!

    Adorei!

    Beijinhos de luz!

    :)


  3. Juliana Lira Says:

    Querido poeta

    Você sabe que tudo que você faz é de uma beleza única,sou sua fã incondicional... mas devo admitir, o que você faz comigo é ainda melhor rsrsrs

    Te adoro muito mesmo!


  4. Lau Milesi Says:

    Benza Deus!!!! Coisa linda!! Lindo poema!!!
    Que dupla, hein....?
    Parabéns e beijos aos dois:Ju e Paulo.


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br