Paulo Roberto!
Se eu te vejo passando
como criança brincando,
sorrindo de graça
da vida que passa.

Meu coração descompassa,
é seu o ar da graça
e nem oi gaguejado
eu consigo dizer.

Fico de longe perdido
nos cachos esvoaçados
que eu tanto desejo
um dia obter.

Ah se ao menos me enxergasse,
se eu soubesse ser seu bem querer.
Ah se ao menos eu tivesse coragem
pra dizer: Menina eu só penso em você.

Levo comigo o desejo
de num dia um beijo,
num abraço quem sabe
um mundo, se abra pra mim em você.
Marcadores: | edit post
5 Responses
  1. Convite para ler

    O livro "Continuando assim...", foi maltratado...

    Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história , lá no
    …. Continuando assim…

    Vamos em metade da história, o livro reescrito , não está igual (nem podia) ao que foi editado.
    Um obrigada especial a quem segue a história (pois só vale a pena assim).
    A quem chega de novo, umas boas vindas sinceras. E outro obrigada .

    Mais uma reflexão em relação a todo este assunto, e um conselho, se é que me é permitido:

    --- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
    Bj
    Teresa


  2. Este comentário foi removido pelo autor.

  3. Gostei muito de sua poesia, e a foto combinou com as palavras colocadas.
    Grande abraço e sucesso!


  4. Katia Says:

    Parabéns pelo blog, que não é apenas belíssimo, mas tem um conteúdo sensível e elaborado, coisa rara em meio à enxurrada de novidades nas águas da Net. É bom ver um jovem dedicar seu tempo à poesia, sem medo de se revelar, mostrando mais de sua alma do que convém nesses tempos de super exposição. É preciso coragem e generosidade para isto. é mesmo gratificante viajar por seus escritos.



Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br