Paulo Roberto!

Nos reservamos no direito,
nos encontramos na treva,
deitados na relva,
adornados de estrelas no peito.

Entregamo-nos ao suor,
nas linhas ténues entre o desejo e a loucura,
gozamos, de um amor grande, infinito em espessura,
em sentidos, o maior!

Caçamos borboletas no coração,
uma sadia brincadeira,
com tempero, de cor azul...

Um céu suave sobre a margem
do pensamento entre nós,
flutuando aos gemidos de nossa voz!
Marcadores: | edit post
3 Responses
  1. Maria José Says:

    Passei aqui para me energizar com uma boa leitura e desejar-lhe um ótimo final de semana. Beijos.


  2. Lauci Says:

    Que lindo , Paulo Roberto. "Caçar borboletas no coração",me encantou. Parabéns!!!
    Um beijo


  3. Textos simples tem o dom de nos cativar. São profundos na essência e indispensáveis
    a esperança.
    Penso que caçar borboletas no coração é o mesmo que reencontrar com as pequenas alegrias diárias que nos justificam, mas que as vezes ficam esquecidas.
    Muito bonita esta sua casa.
    Fica feliz.


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br