Paulo Roberto!

Nos acasos incertos da vida,
pelos caminhos nos quais me entranho,
as experiências pelas quais desfruto,
e as visões com as quais me maravilho.

Por estes cantos escondidos por ai,
deparei-me contigo,
barulho de asas, um canto amigo,
pássaro livre, repousando leve,
no telhado ao lado...

Ousado, se aproximou sorrateiro,
com olhar fixo, esperando um movimento suspeito,
pra voar pra longe, ligeiro!

Porém, para sua surpresa, apenas o esperava,
admirava seu canto, e a cor de suas asas...

Hoje um pássaro belo me visita todos os dias,
no jardim florido abaixo das janelas,
cuido pra que o perfume seja sempre o melhor,
pra que sempre o pássaro volte,
e se alegre com o melhor que tenho pra ele,
e me alegre com o melhor de si, para mim!

Preso estou no encanto do seu cantar,
preso se encontra no perfume do meu florir...
Livres pra ir quando quiser,
contentes por querer sempre ficar!
Marcadores: | edit post
5 Responses
  1. Juliana Lira Says:

    Anjo

    Chorei ao ler este, não sei porquê rsrsrs

    Que pássaro feliz esse que pode estar em tua janela...
    Que inveja rsrss
    Quisera eu ser essa inpiração tão maravilhosa, pássaro encantador esse, hein?
    E esperto, sabe que um dia terá que partir...mas quer ficar, quer ficar.

    Mil beijos e muitos mais


  2. Como eu queria um passaro desses aqui na minha janela... me fez sonhar . Belo ..abraços fraternos


  3. Maria Says:

    Eis o segredo da boa convivência: permitir a ida desejando, ardentemente, o retorno.
    É um poema prá pensar. Lembra-me um conto do Rubem Alves - "A menina e o pássaro encantado".
    Beijos


  4. ŁǺи¥ Says:

    Gostei muito dos teus escritos... parabéns!! Se me permite, o postarei qualquer dia desses em meu blog...

    Abraço


  5. Juliana Lira Says:

    Esse ainda é meu favorito!
    Adoro...


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br