Paulo Roberto!

- Eu juro que eu não te vi...

- Ah! Como pode eu não acredito?!

- É sério se ele tivesse te visto eu te diria!

- Estão brincando comigo, na verdade só podem estar mesmo brincando,
eu ainda disse "oi", assim discretamente...

- Então foi muito discretamente, que nem eu e nem ele
vimos, e ambos estávamos atentos, claro que não muito atentos,
mas atentos!

- Tudo bem! Mas... Pede ai mais uma cerveja!

- Ta! Vou ali...

- Bem ele foi buscar a minha cerveja, agora, sabe. Como eu queria falar pra ele sabe...
Toda vez que o vejo, sinto como se fosse parar de respirar, não consigo não notar que ele esta
em algum lugar mesmo antes de vê-lo, às vezes até me engano jurando que o vi passar,
tudo nele pra mim é poesia, não consigo mesmo entender nada direito quando ele esta perto,
me deixa desconcertada, me desalinha, queria tanto que ele soubesse... Mas... E esse medo
que me atrapalha tanto. Outrora eu chego assim quase contando, porém quando ele abre os olhos
em minha direção, não sei se enxergo o que os meus olhos apresentam quando se abrem
na direção dele...

- Mas, tente entender ele, é que vocês são pessoas diferentes, talvez ele só precise saber, talvez seja só isso o necessário pra que os olhos dele lhe digam o que seu coração atentamente anceia escutar, nem que em sussurro.

- É eu me acostumo com minha tolice de pensar que ele não vai me ver como o vejo, ou que
ele nem me nota, quando na verdade... Eu devia me abrir e enfrentar afinal não me sinto
satisfeita com ele como está, eu quero é mais... Ai vem ele, acho que vou dizer... Ele vai pensar
que estou flertando com você, mandei ele ir buscar a cerveja e ficamos de papo aqui enquanto ele
estava lá, e ele estava observando eu tenho certeza.

- Diga anda... É sua chance...

- Aqui! Obrigada pela cerveja... Sabe, acho que tenho algo pra te contar.

- Hummmm de que se trata? Vocês dois ai - risos - Eu estava vendo de lá!

- Não, não é isso - risos - Se trata de outra coisa... Sabe.

- Hum! Então diga logo oras - risos!

- É que...
Ah, é meu aniversário semana que vem. Se lembra?!
Vocês dois estão convidados - risos!

- Ah ta! Então é isso, ora eu não havia me esquecido disso, eu só não sabia que você iria fazer algo
estava até pensando no que faríamos pra comemorar, mas já que tem festa, claro que estarei lá -risos !

- É verdade, nós iremos com certeza - risos!

- Então esta bem, conto com vocês lá!
Marcadores: | edit post
5 Responses
  1. Tatiana Says:

    Vim apreciar e aproveitar para te deixar um abraço carinhoso

    Não deixe nunca de aproveitar as oportunidades...afinal são elas que nos abrem muitas portas!


  2. ^^!! De verdade!

    Sábio conselho Tatiana!

    Gente blog de cara nova, estou
    em processo de edição.

    Vou mexendo nele até
    chegar onde eu quero,
    ou até voltar a como estava! ^^!

    Até mais!


  3. Ao nascer de mais um dia, tudo é lindo e maravilhoso. O caminho que se prossegue, a verdade que se faz presente e a vida que se expressa são os dons da plenitude Divina.

    Bom dia.

    beijooo.


  4. Cáh Says:

    pois é.... eu quase entendi o que quis dizer...
    porem, acredito que esteha ligado as oportunidades mesmo.... que deixamos escorrer pelas mãos!




    Beijoss


  5. Nesse texto não retrato só a oportunidade,
    que ela teve de dizer o que devia
    ser dito, e claro não foi dito!
    Mas também a tolice,
    como por exemplo,
    ela sabe realmente o que deve fazer,
    sabe sobre seu medo, e
    isso não muda,
    é a oportunidade de fazer diferente
    e não o fazer.

    Tolice, também
    ele que demonstra um ciume contido,
    transformado em trocadilho,
    porém nada é dito,
    não demonstra se nega a deixá-la notar qualquer coisa...

    Ambos são tolos ^^!!

    Isso só gera
    perda de oportunidade!
    ^^


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br