Paulo Roberto!

A tua luz acesa. Da minha janela do oitavo andar, vejo grande parte da insignificante cidade, e dou completa importância pra visão do teu apartamento...
A cor vermelha da sua cortina, em contraste imediato com seus cabelos negros e esvoaçados.
O rosto baixo, observando os carros. Será que espera alguém?
É o quinto dia que de cá te observo, vi-te sentada na tua cama, lendo... Não sei se era poesia,
o horóscopo do dia, ou a revista semanal de moda. Esta última não creio que seja, pelo moleton que usas, não penso que goste tanto de moda, e isso tanto faz, não me é atrativo um rosto pintado, e a moda de paris, nada disso me interessa!
Percebi que tens um ritual, sempre, todas as noites, senta-se na sua janela, e observa as estrelas,
olha pra elas como se conhecesse todas, elas revidam o olhar, acho que sentem inveja de você. Depois, vai pra dentro e me foge da visão, acho que deve ir ao banho, voltas sempre alguns minutos mais tarde com os cabelos molhados, secando-os com a toalha, deita-se na cama, apaga a luz fraca do seu abajur vermelho claro, se cobre e dorme.
Velo teu sono antes de fechar a minha cortina e deitar.

Se eu não morrer amanhã, depois de amanhã falo contigo...

Acho que já esta chegando a hora
de deixar essa desculpa de lado... Tem muito amanhã antes do depois...
Marcadores: | edit post
10 Responses
  1. Espelho meu Says:

    "Tenho muito amanhã antes do depois..."

    Adorei essa frase e que maneira bonita de terminar um texto igualmente bonito...

    Continuas brilhante na tua escrita... :)

    Um grande beijinho*


  2. O amor que a tudo embaraça...

    Beijos, meu querido!!
    Não te esqueças de mim!!


  3. ^^ Gente como sempre eu tenho
    que agradescer pelo carinho ^^!!

    Jaque,
    te esquecer, pudera né,
    se fosse possível,
    você e suas belas palavras ^^!!

    Obrigado ao espelho meu,
    a frase ficou bonitinha mesmo rsrs!
    Gostei, pensei no caso
    "Deixar pra amanhã o que se pode fazer hoje" o amanhã demora tanto chegar, que afinal de contas,
    amanhã vai ser hoje de novo, e terá um novo amanhã né... rsrsrs!!

    Obrigado à todos pelo carinho!
    ^^


  4. Olavo Says:

    Se tem..
    abraços


  5. Muito bonito e bem escrito seu texto.

    Uma poesia prosáica. A forma contemporânea de escrever poesia de forma alheia as regras formalizadas e idolatradas, por exemplo, durante o Parnasianismo.

    Parabéns pelo texto.

    Também escrevo poesia. No meu blog tem algumas:

    http://danslecielbleuu.blogspot.com/

    Estou começando a vida de "blogueiro", então, dê-me um desconto enquanto a formatação e utilização do blog, blz?

    Até mais!!!


  6. Mai Says:

    Oi Paulo.

    E tem o hoje e muitos hojes antes que cheguem os amahãs que antecedem os depois mais distantes ainda...

    Bonito o texto belas as palavras...

    Carinho,

    Mai


  7. lyani Says:

    Amei a frase final.
    LINDÍSSIMO. Parabéns :D
    bjos


  8. Olá Paulo,

    Obrigado por aparecer no meu blog!

    Realmente...O que há neste século niilista? A putrefação orgânica e inorgânica do Homem enquanto ser humano e humanista.

    Só nos resta restar...

    Até mais!


  9. Eurico Says:

    Elegancia no estilo. Muito bom texto. Deixo o meu abraço.


  10. Olavo Says:

    Parabens pelo dia do blogueiro..
    Tem selo para vc lá no blog
    Abraços


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br