Paulo Roberto!

É por que eu prefiro campo e cachoeira ao invés de mar.
Prefiro caminhar, vejo carros como ferramentas
e não como conforto, confortável
deve ser a conversar que teremos entre sair
e chegar, no carro esse tempo é curto
e dirigindo eu não quero conversar.
É por que eu gosto de praia em dia de chuva
eu gosto de só observar o mar,
gosto de sorvete no frio,
não gosto de dormir e detesto ficar em casa.
É por que eu gosto de ler e detesto televisão,
gosto de café forte e sem açúcar,
eu gosto de chá.
É por que eu não uso drogas
e não pratico esportes.
É por que eu gosto de ver filmes com a mais completa atenção
pra ser capaz de criticá-lo.
É por que não faço questão de sorrir
se quero chorar.
Nem faço questão de chorar quando todos choram.
Não faço questão de sair se me querem longe
tão pouco de ficar se me querem perto.
É por que não sigo os passos dos demais,
não estarei onde todos estão
estarei onde eu estiver e se mais alguém estiver lá,
eles estarão comigo porém eu não posso afirmar se estarei com eles.
É por que eu não me importo com o que vão pensar
eu falo o que preciso dizer
e calo o que não preciso falar.
Não é que eu faça o que eu quero,
eu também faço o que eu não quero.
É por que eu,
sou tão eu, que nunca deixaria de sê-lo
pra fazer só o que quero fazer
ou o ser quem querem que eu seja.
Marcadores: | edit post
6 Responses
  1. somos únicos, e por essa diferença muitas vezes a caminhada é solitária, amor próprio é o caminho para o coletivo, quem se ama nunca fará do mundo um lugar ruim de se viver...

    adorei o post
    sinto o mesmo muitas vezes


  2. AlicE_ Says:

    Oi
    Tem um Selinho para vc no meu Blog! Obrigada pela atenção!

    PS: os poemas são mesmo giros.. será que podia publicar mais alguns lá no Blog?

    =)

    Visitem, comentem, sigam e aproveitem o meu blog:
    http://malucosdaleitura.blogspot.com/
    ...
    ♥ ... Bem sei que me AdoraM ...♥
    ...
    Bj


  3. Juliana Lira Says:

    É definitivamente esse aí é vc, Caro!

    Sabe que as vezes te imagino como um furacão preso em um copo emborcado? rsrsrs
    Vc o furacão e o mundo o copo, esse mundo é pequeno demais pra sua grandeza. hehehe

    Há alugumas diferenças sútis entre nós dois,dentre elas o fato de que eu:

    Adoro dormir e amo ficar em casa;
    Detesto café!Fraco ou forte, com ou sem açúcar;
    Eu calo pra não ferir, me firo pra não ferir;
    E não faço a mínima idéia de onde estarei daqui alguns anos.

    Mas a verdade é uma só meu anjo:

    Quando eu crescer quero ser igual a você!Vc podia me dá umas dicas kkkk

    Milhões de beijos


  4. Amauri Jr! Says:

    Seja o que queres! Crie sua imagem da forma que você quer, não da maneira que os outros pensam de você! Abraços!


  5. silvioafonso Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  6. Chris Amag Says:

    Por isso você é poeta, Paulo!

    Os poetas não se escondem atrás de sorrisos ou seguram lágrimas, são autênticos, verdadeiros, os seus olhos falam, os seus gestos exalam sensibilidade.

    Eu eu já lhe disse uma vez, admiro a maneira como se expõe nos versos, poucos têm essa coragem, alguns preferem nem arriscar.

    ...

    Faço poucos poemas de amor, mas escrevi um, o último que postei, que tal passar lá para dar uma espiadinha?

    Com carinho,
    Chris Amag


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br