Paulo Roberto!

Nada de fim, ou de início,
é um sonho, um sentimento
ou um vício?
É o momento.

É o alento do triste,
a noite sorridente,
a alegria que existe
pra alma carente.

A ilusão! É um veneno,
um terno para o frio
que vai ficando pequeno
e se perde em vazio.

Sentimento encenado,
posto para fora,
depois de usurpado
é hora de ir embora.

Só lembranças,
sem ligação,
duas crianças
e muita imaginação.
Marcadores: | edit post
12 Responses
  1. Cáh Says:

    Muita imaginação mesmo =)



    Parabens Paulo, é lindo.


  2. Angel Says:

    Ser criança... um momento com muita imaginação!

    um anjo


  3. Lau Milesi Says:

    Lindo, Paulo Roberto.Muito.Que imaginação, digo eu. Tudo bem com você?
    Um abraço e parabéns, como sempre.


  4. thaalyta K. Says:
    Este comentário foi removido pelo autor.

  5. thaalyta K. Says:

    ooi *-*
    passa lá no meu blog pois te indiquei para ganhar um selinho super fofo.

    beijos e fica com Deus :*


  6. thaalyta K. Says:

    estou seguindo aqui. *-*


  7. Incrível como há dias em que parece não haver nada em nós, como se estivéssemos em completo vazio... Temos que resistir, entretanto, e fazer assim como vc disse: Sentimento encenado,
    posto para fora,
    depois de usurpado
    é hora de ir embora.

    Belíssimo post! Parabéns!
    Abraços!


  8. Emília Says:

    Parabéns pelo seu trabalho, escrita e estética do blog!
    Um abraço


  9. Quanto tempo sem vir aqui ...
    Lindo o post
    Muita imaginação, ser criança além da emoção nos traz paz no coração :)


  10. Lindo poema! Palavras verdadeiras.

    Obrigada por seguir meu blog, volte sempre!

    Beijinhos


  11. Insana Says:

    Toda a emoção.

    bjs
    Insana



Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br