Paulo Roberto!

Para a mulher que eu não encontrei:
Sinto a sua falta e chego a sufocar,
tantas vozes gritam ao meu redor que não sei
se algum dia eu consegui sua voz escutar.

Lamento pelos desencontros tantos,
tantas vezes eu apenas te procurei
e só encontrei sonhos desfeitos em prantos.
De você no entanto eu ainda nada sei.

Com o coração ferido e o corpo cansado
eu me vi estacionado esperando acontecer,
vi e vivi tanta coisa que agora é passado
e só de você (que nunca tive) não consigo esquecer.

Não sei se nos veremos um dia,
mas esperança ainda me resta no peito,
quem sabe nas entrelinhas dessa poesia
no seu coração eu produza algum efeito.

E se me enxerga por favor me dê um aviso,
não posso fenecer de dores do amor não vivido,
ainda que seja breve mas me acenda um sorriso,
um segundo me valeria tudo o que tenho sofrido.

Marcadores: | edit post
6 Responses
  1. Poxa...Esses amores que não se materializam...
    São inesqueciveis e machucam.
    Bjos achocolatados


  2. Maria José Says:

    Lindo poema, como sempre. Parabéns. Beijos e ótimo final de semana.


  3. Lua Nova Says:

    Espero que em breve seu sonho se realize e vc encontre essa mulher que busca e pela qual tanto anseia. Enquanto isso, continue escrevendo... é bom de ler.
    Um delicioso FDS.
    Beijos.



  4. ESPERANÇA Says:

    oi amiga que lindo seu blog fiquei encantada com tanta coisa linda ,sou nova aqui e estou tendo difilculdades de conseguir amigos mais tenho certeza que vou conseguir beijosss


  5. Lindas, revelantes, sabias palavras ..
    Boa semana !


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br