Paulo Roberto!


Ah não me venha com essa
de que omissão não é mentira,
isso já nem me interessa,
sem ti meu coração se vira.

Enfim, se é pra falar,
percebi, talvez muito tarde,
mas só agora pude notar
o quanto você é covarde.

Quando mais precisei
você desapareceu,
como foi que acreditei
em tudo o que aconteceu?

Suas falas ensaiadas,
repetidas pra todas elas,
estúpido seu comportamento,
mas, sem arrependimento...

Te deixo pra sua vida,
seu mundinho egoísta,
tomo a melhor saída.
Vou sumir da sua vista!

Marcadores: | edit post
4 Responses
  1. POema onde se le e se sente emoção.
    Bom fim de semana


  2. Adorei o Blog...
    Convido-o dar um saltinho a : http://sonhosarcoirispsma.blogspot.com


  3. ola, como estão as coisas.
    EU passei um tempo sem postar só vivendo do ócio de refletindo, mas a gora to de volta. Dê lá uma passada no meu espeço, vou ficar lisongeado com a sua presença.
    http://otaviomsilva.blogspot.com/
    Forte abraço, F. Otávio M. SIlva


  4. Angel Says:

    Como te dou razão...
    Acho que por vezes, a maior atitude de Amor que s epode ter por alguém é deixar que esse mesmo alguém siga o seu caminho!
    Força!

    um anjo


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br