Paulo Roberto!

A vida inteira
eu procurei
e a verdadeira
só agora achei.

paixão alucinada,
louca, desenfreada,
com sede de mais!
A alma satisfaz.

Vem de longe,
mas esteve sempre perto.
Devoto como monge
ao caminho incerto.

Sigo adiante,
não hesito um instante,
é coisa tão rara,
começa e não para.

Escravo do medo.
Lhe conto um segredo!
o amor é um jogo
tal qual fogo. (Queime-se.)


Marcadores: | edit post
9 Responses
  1. Jaquelyne Says:

    Lindo poema! Que saudade de você, de seus maravilhosos poemas... Beijo grande repleto de carinho!


  2. Olá Paulo Roberto
    Paixão é assim mesmo, arde que nem fogo, mas é bom se queimado por esse.
    Grande abraço


  3. Bya Says:

    Se sente se é!
    Abraços
    Belo fogo ou melhor belo poema


  4. Liza Leal Says:

    Bravo, Paulo!
    =)

    bjim



  5. Rosa Mattos Says:

    Bacaninha o poema e a dica no final.


  6. Cassia Says:

    Você sabe se expressar belo poema



    http://verdorinvisivel.blogspot.com/


  7. Mih_ Says:

    Boa noite!
    Lindo por aqui, adorei o post!

    Lembre-se:
    “Todos os dias Deus nos dá um momento
    em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes”.


    ♥´¯`*•.¸¸♥ Grande bjo,
    Fica com Deus....
    e uma noite maravilhosa pra tii!

    ♥_________Mih_ ઇઉ

    http://trevisanimichelle.blogspot.com/


  8. SUZY Says:

    Fico até sem palavras para descrever...simplismente apaixonante...lindooo, ameiii!!!


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br