Paulo Roberto!
Percebo meus traços
na sua forma de agir,
ficaram em nós os laços
dos quais não podemos fugir

É a forma de falar,
aquela minha mania.
O jeito de apertar o olhar.
O seu sorrisinho de ironia.

Nada vai me tirar
as músicas que você ouvia,
e você vai procurar
meus livros na livraria.

Vai tomar aquele chá,
tentar fazer como eu fazia,
vou sentar no sofá
comportado como me pedia.

E tudo vai parecer
que acabou naquele dia,
mas ainda vai perceber
que tem a minha companhia.
Marcadores: | edit post
15 Responses
  1. Junior Rios Says:

    Às vezes, sem querer, adquirimos certas manias de quem gostaríamos de esquecer!Ótimo post...Parabéns pelo blog!Te convido a visitar o meu wwwsinparangon.blogspot.com Te espero lá!

    Abraço


  2. O Natal chegou. Com ele nossas esperanças, nossos novos sonhos. Que nossas esperanças estejam sempre vivas, e que nossos sonhos tornem-se realidade. E que neste Natal o amor, a fé e a esperança estejam presentes em cada um de nós, que a cada novo dia do ano que está para começar estejamos iluminados. Feliz Natal, para você e a todos os seus familiares.

    Beijos no coração.
    Miss Simpatia.


  3. Cáh Says:

    Belissimo, como sempre Paulo...


    Um beijo, Feliz Natal =)


  4. Talita Says:

    Passando hoje para desejar um Feliz Natal, repleto de conquista, saúde, felicidade e muito amor no coração.

    Beijão grande, fique com Deus.
    Tata


  5. Mih_ Says:

    Boa noite!

    Já é quase Natal...
    Com o espírito mágico que esta data nos presenteia,
    resolvi escrever uma mensagem
    especial para os que seguem meu blog...

    Visita lá, a mensagem é um presente a você...

    http://trevisanimichelle.blogspot.com/


    ♥´¯`*•.¸¸♥ Grande bjo,
    Ótimas festas e que Deus abençoe
    abundantemente você e sua família...


    ♥_________Mih_ ઇઉ

    http://trevisanimichelle.blogspot.com/


  6. F@bio Roch@ Says:

    Vamos celebrar estas últimas horas natalinas... BATE O SINO!!!

    DEIXO AQUI:

    "Alguém observou que cada vez mais o ano se compõe de 10 meses; imperfeitamente embora, o resto é Natal. É possível que, com o tempo, essa divisão se inverta: 10 meses de Natal e 2 meses de ano vulgarmente dito. E não parece absurdo imaginar que, pelo desenvolvimento da linha, e pela melhoria do homem, o ano inteiro se converta em Natal, abolindo-se a era civil, com suas obrigações enfadonhas ou malignas. Será bom.

    Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente, de cortina de ferro à cortina de nylon — sem cortinas. Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, marcianos, bichos, plantas entrarão em regime de fraternidade. Os objetos se impregnarão de espírito natalino, e veremos o desenho animado, reino da crueldade, transposto para o reino do amor: a máquina de lavar roupa abraçada ao flamboyant, núpcias da flauta e do ovo, a betoneira com o sagüi ou com o vestido de baile. E o supra-realismo, justificado espiritualmente, será uma chave para o mundo.

    Completado o ciclo histórico, os bens serão repartidos por si mesmos entre nossos irmãos, isto é, com todos os viventes e elementos da terra, água, ar e alma. Não haverá mais cartas de cobrança, de descompostura nem de suicídio. O correio só transportará correspondência gentil, de preferência postais de Chagall, em que noivos e burrinhos circulam na atmosfera, pastando flores; toda pintura, inclusive o borrão, estará a serviço do entendimento afetuoso. A crítica de arte se dissolverá jovialmente, a menos que prefira tomar a forma de um sininho cristalino, a badalar sem erudição nem pretensão, celebrando o Advento.

    A poesia escrita se identificará com o perfume das moitas antes do amanhecer, despojando-se do uso do som. Para que livros? perguntará um anjo e, sorrindo, mostrará a terra impressa com as tintas do sol e das galáxias, aberta à maneira de um livro.

    A música permanecerá a mesma, tal qual Palestrina e Mozart a deixaram; equívocos e divertimentos musicais serão arquivados, sem humilhação para ninguém.

    Com economia para os povos desaparecerão suavemente classes armadas e semi-armadas, repartições arrecadadoras, polícia e fiscais de toda espécie. Uma palavra será descoberta no dicionário: paz.

    O trabalho deixará de ser imposição para constituir o sentido natural da vida, sob a jurisdição desses incansáveis trabalhadores, que são os lírios do campo. Salário de cada um: a alegria que tiver merecido. Nem juntas de conciliação nem tribunais de justiça, pois tudo estará conciliado na ordem do amor.

    Todo mundo se rirá do dinheiro e das arcas que o guardavam, e que passarão a depósito de doces, para visitas. Haverá dois jardins para cada habitante, um exterior, outro interior, comunicando-se por um atalho invisível.

    A morte não será procurada nem esquivada, e o homem compreenderá a existência da noite, como já compreendera a da manhã.

    O mundo será administrado exclusivamente pelas crianças, e elas farão o que bem entenderem das restantes instituições caducas, a Universidade inclusive.

    E será Natal para sempre.

    Ah! Seria ótimo se os sonhos do poeta se transformassem em realidade."

    (Carlos Drummond de Andrade)


  7. OI POETA!



    Que nesse ano possamos sonhar,
    E acreditar, de coração, que podemos realizar cada um de nossos sonhos,
    Que esses sonhos possam ser compartilhados pelo bem,
    E que eles tenham força de transformar velhos inimigos em novos amigos verdadeiros,

    Que nesse ano possamos abraçar,
    E repartir calor e carinho,
    Que isso não seja um ato de um momento,
    Mas a história de uma vida.

    Que nesse ano possamos beijar,
    E com os olhos fechados, tocar o sabor da alma,
    Que tenhamos tempo para sentir toda a beleza da vida,
    E que saibamos senti-la em cada coisa simples,

    Que nesse ano possamos sorrir,
    E contagiar a todos com uma alegria verdadeira,
    Que não sejam necessárias grandes justificativas para nosso sorriso,
    Apenas a brisa do viver,
    Que nesse ano possamos cantar,
    E dizer coisas da vida,
    Que não sejam apenas músicas e letras,
    Mas que sejam canções e sentimentos,

    Que nesse ano possamos agradecer,
    E expressar a Deus e a todos: “Muito Obrigado!”,
    Que nesse “todos” não sejam incluídos apenas os amigos,
    Mas também aqueles que, nos colocando dificuldades, nos deram oportunidades de sermos melhores.

    E assim começamos mais um Ano Novo,
    Um dia que nasce, um primeiro passo, um longo caminho,
    Um desafio, uma oportunidade e um pensamento:
    “Que nesse ano sejamos, Todos, Muito Felizes!”
    FELIZ 2011!


  8. Ci_zinha Says:

    Paulo, passei aqui para desejar um novo ano cheio de bons acontecimentos. Que você continue nos brindando com esses belíssimos textos. Bjooo e que venha 2011.


  9. Juliana Lira Says:

    Lindo post!

    Como sempre Paulo.Vc sabe que é muito bom, acho que nem preciso dizer! rs
    Mas caso tenha esquecido:
    Escreve muito!


    Milhões de beijos


  10. Gislene Says:

    Paulo,

    Quando chega a noite, repousamos nossa cabeça e fazemos um balanço do que foi nosso dia. No fim do mês fazemos balanço das nossas contas...e quando o ano se finda, costumamos refletir sobre o que foi nosso ano.

    Fechamos pra balanço.

    Começamos a puxar pela memória para trazer à tona tudo o que nos aconteceu nesse último ano.

    Talvez tenhamos passado por momentos difíceis, dolorosos mesmo onde, muitas vezes chegamos a nos perguntar sobre o sentido de nossa vida. Mas o passar dos dias acabou amenizando esse sentimento. Porque o tempo, se passa rápido ou lentamente, ameniza todas as coisas. E é curioso como, mesmo revivendo na memória, as coisas já não fazem mal como antes... naquele momento de dor, tínhamos a certeza absoluta que isso jamais passaria.

    Sofremos perdas irreparáveis, dessas que não é possivel voltar atrás, por mais que tentemos. Mas ganhamos em experiência.

    E, entrelaçados a esses momentos de tristezas, houveram as alegrias. Desses momentos em que desejamos que o relógio do tempo pare. Uma onda de emoção nos invade ainda, um sorriso aflora e temos a impressão que nosso rosto se ilumina... é importante trazer esses momentos sempre vivos para que nos ajudem quando a maré estiver baixa.

    E nesse mar da vida, onde nadamos e fomos levados, chegamos, finalmente, ao porto do próximo ano. Sobrevivemos e, malas prontas e cheias de experiências, nos preparamos para uma nova embarcação. Talvez nova direção.

    Mas, olhando o que passou, nessa contabilidade de momentos vividos, pesando os prós e os contras, chegamos à conclusão que o saldo final é positivo. Todos os que chegamos até aqui temos saldo final positivo, mesmo se durante o ano as coisas negativas tentaram nos afetar. Se não fosse assim, não teríamos chegado até aqui.

    E vamos começar o novo ano com um grande presente desse Deus Pai que esteve conosco durante todo esse ano: uma nova oportunidade!

    Temos nas mãos a chance de recomeçar, reconstruir. Nem todos tiveram, mas a nós está sendo dada essa ocasião. Somos privilegiados. E nesse novo ano, mesmo se não podemos ser pessoas novas, podemos nos sentir pessoas renovadas, fortes o bastante para sobreviver às provações, fortes o bastante para conquistar novas vitórias.

    Letícia Thompson.


    ...Um lindo 2011 à você!...

    Gislene.


  11. F@bio Roch@ Says:

    Amigo,
    meus sinceros agradecimentos pela atenção e carinho desprendidos ao longo do ano que se encerra...

    Um 2011 feliz e cheio de prosperidade!!

    MUITA PAZ!!!


  12. Lola Says:

    O mundo secreto de Lola.
    O novo blog que está na internet. Lola vai falar com você todos os dias sobre, todos os tipos de assunto; Desde moda até assuntos da vida. Lola também pode ser encontrada no Facebook (Lola Fernandes), Tumblr (O mundo secreto de Lola) e Twittter (@Lola_imagine). E ainda mais os blogs que seguirem Lola será em menos de vinte quatro horas sera seguido, assim como nos outros sites. Pro isso siga o blog de Lola e seja seguido, comente e seja falado!
    Venha participar desse novo blog e mania de menina da internet.
    Beijinhos de morango!!

    Essa propaganda tem todos os direitos autorais para o blog: O mundo secreto de Lola. Obrigado.


  13. Insana Says:

    Que venha 2011, pois
    Será o ano do Sol a iluminar. Grandes e Pequenos Passos.
    Será ano Impar unilateral
    Será o ano do Coelho multiplicador

    Plante a semente da vontade
    Regue com o dose desejo
    E terá bons frutos para colher..

    Um feliz 2011 da Insana

    OBS desculpe a ausência nas festas..


  14. Thais Says:

    Adorei o post. Parabéns!


  15. thaalyta K. Says:

    ooi
    ameei os textos são muito lindos e a forma que de se expressar é perfeita.
    acabei de começar aqui se você puder visitar o meu ... eu mesma que faço os meus textos e sua opinião seria de muita ajuda.

    obrigada pela atenção , beijo :*


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br