Paulo Roberto!

Nem sempre eu fui o fim,
nem sempre foi assim,
nem sempre eu fui a escolha errada...

Nem sempre eu quis perder,
nem sempre foi só por você,
nem sempre eu estive enganada.

Nem sempre eu quis perdoar,
nem sempre eu fui perdoada,
quase sempre as horas deixavam de passar no frio solitário da madrugada!

Nem sempre eu me esqueci,
nem sempre eu consegui conter,
quase sempre eu existo pra mim...

Nem sempre eu existo pra você!
Marcadores: | edit post
3 Responses
  1. sandra Says:

    Oi td bm? adorei o post... " Quase sempre eu existo pra mim... "
    tenha um belo fds, grande abraço!


  2. Nem sempre se encontra assim..palavras pra falar do inconstante dentro de nós de modo tão lindo!


  3. Juliana Lira Says:

    É nem sempre eu fui assim...

    Mas você sempre me surpreende!

    Mil beijos


Postar um comentário

Espero que tenham gostado...

Related Posts with Thumbnails
BlogBlogs.Com.Br